Aulas de Caligrafia em São Paulo

  • Caligrafia inclinada
  • Caligrafia vertical

Curso de 10 aulas / Preço: R$ 160,00*

  • Ronde Francesa
  • Gótica Alemã
  • Gótica Inglesa

Curso de 10 aulas / Preço: R$ 200,00*

Início em qualquer dia

Frequência: O aluno pode optar por duas, três, quatro ou cinco aulas por semana até completar as 10 aulas.
Aulas: de segunda à sexta – Vários horários (a partir das 9h30 até 20hs)
Sábados 9h30 às 10h30 ou 1h as 15hs.

Professor Antonio de Franco Filho
Av Francisco Matarazzo, 470 – Telefone: 3666-2226 (perto do metrô Barra Funda)

*Preços até a data de hoje. Confirme através do telefone.

Retratos por Marcio Scavone – Curso e Exposição


Curso gratuito com um dos mais importantes fotógrafos publicitários do Brasil, Marcio Scavone.

A exposição e curso acontecem no Instituto Carrefour – Rua Paul Valery, 255 – Granja Julieta – São Paulo.

Curso:
Dias 17/08, 24/08, 31/08, 14/09 às 19hs

Exposição:
18 de Agosto a 14 de Setembro, das 09h às 18hs

Inscrições pelo e-mail: comunicação@carrefour.com ou telefone (11) 5180-4624

Veja o curta produzido para o lançamento do livro Luz Invisível, do fotógrafo Marcio Scavone. Todas as fotos do livro foram utilizadas. Textos de Luis Fernando Veríssimo e Marcio Scavone. Narração de Paulo Autran.

Muito bom!

Luz Invisível from Ad Studio on Vimeo.

 
Clique para ampliar

(via Giovani Castelucci)

Cursos de Design na Panamericana

Dica pra você que está pensando em fazer um curso agora no segundo semestre do ano:

A Escola Panamericana de Arte e Design está com as matrículas abertas para os cursos de formação em artes plásticas, design de interiores, design de moda, design gráfico, fotografia e design de publicidade.

E  o melhor: os cursos de moda e fotografia têm duração de apenas 1 ano e meio, enquanto o restante pode ser finalizado em 2 anos e meio.

As matrículas podem ser feitas até o dia 14 de agosto no site. Clique aqui.

 

Não perca tempo!

 

Um pouquinho sobre os cursos:

DESIGN DE INTERIORES

Sua carreira como designer profissional começa agora. Os alunos são preparados para enfrentar o mercado globalizado de Design de Interiores. Aqui você vai entrar em contato com tecidos, móveis e outros produtos do mundo inteiro que poderão ajudar a incrementar seus projetos futuros.

DESIGN GRÁFICO E MOTION GRAPHICS

Você vai aprender a utilizar as ferramentas indispensáveis para criar o visual de produtos, embalagens, revistas, jornais, programas de TV, entre outros. Nosso Curso abrange o Design em todas as formas tradicionais, além do Motion Graphics, que usa o vídeo, fotografia, tecnologias do movimento e som para trabalhos destinados às mídias eletrônicas. Nosso objetivo é preparar você para ser reconhecido pelo mercado como um profissional criador de soluções visuais originais e práticas.

FOTOGRAFIA

 Quem cria a imagem é o fotógrafo. Essa ideia resume o conteúdo do Curso de Fotografia. Nosso objetivo é incentivar você a desenvolver suas próprias idéias de criação de imagens, transformando suas fotos em mais do que simples reproduções da realidade. Para isso, você terá todo o suporte das mais avançadas tecnologias, incluindo o uso de estações gráficas.

DESIGN DE PUBLICIDADE

Cada vez mais as empresas usam o poder da imagem para vender produtos. O Designer de Publicidade resolve os problemas de comunicação, criando peças publicitárias que se destacam em meio à intensa exposição visual nas mídias. O objetivo é desenvolver a criatividade, aplicando tecnologia imagem, som e produção gráfica, e formar especialistas em soluções criativas.

Além dos cursos de formação, na Panamericana você tem diversas opções de cursos de curta duração.

Um curso bacana é o  Tipografia Criativa, ministrada pelo professor Fabio Espíndola.

Bom, o que não falta é opção. Dá uma conferida no site clicando aqui.

Exposição Vestígios

VESTÍGIOS

A conjunção dos diversos vestígios do comportamento organiza as sobras dos sentidos e resgatam sonhos, desejos e vivencias que ecoam no universo individual e nas situações sociais.

A convergência de uma série de operações técnicas e o exercício intelectual estampa significações e subjetividades nos experimentos que transformam a essência de um tempo/espaço. Os acontecimentos geram fluxos intensos e variáveis que entrecruzam os emaranhados de sinais apontados pela condição individual e coletiva.

Os indícios são filtrados pelos artistas com desdobramentos que misturam estruturas e territórios, e pelo viés da estampa, geram uma diversidade de situações estéticas.

Lugares impossíveis acontecem na junção de fragmentos urbanos e de relações humanas na visão de Edílson Ferri. Um colecionador de imagens que seleciona e interfere nos restos cotidianos que integram as soluções compositivas.

A convivência coletiva é invadida pelas palavras de Thais Graciotti. A concepção de um lugar em que a palavra I L H A é forma e sentido. A imagem resultante testemunha a intervenção social.

Um olhar ancestral é encontrado na impressão de rendas e memórias de Marta Masiero. O rastro da força e da delicadeza feminina.

A mostra Vestígios decifra pistas visuais que continuamente proliferam na turbulência de encontros e relações e anuncia a materialização do evento que reverbera nas possibilidades da estampa.

Agda Carvalho

Esta exposição integra o projeto S P Estampa 2011
Galeria Gravura Brasileira

Projeto e curadoria

Agda Carvalho

Artistas

Edilson Ferri

Marta Masiero
Thais Graciotti

Produção

Marta Masiero

Local

Alpharrabio Livraria Editora

R. Eduardo Monteiro, 151
Santo André São Paulo (11) 4438-4358

Período

Maio/ 2011

Visitação

02/05/11 a 04/06/11

Segunda a sexta, 13 ás 19h
Sábado, 9h30 ás 13h

Projeto Curadoria

Agda Carvalho

As Pin-ups de Handiedan

Handiedan é uma artista holandesa de 29 anos que produz colagens utilizando materiais antigos (revistas, cartas de baralho, selos, notas de dinheiro, molduras e tipografia). Ok, não é novidade, eu sei. Por aqui temos um artista que faz algo parecido, Eduardo Recife.

Mas enquanto Eduardo Recife utiliza imagens lúdicas que remete à infância e “inocência”, Habdiedan utiliza imagens de mulheres semi-nuas, recortes de pin-ups como as clássicas de Gil Elvgren, utiliza ainda muitas referências barrocas, como arabescos trabalhados e claro, sobreposições, que fazem com que seus trabalhos pareçam cartazes desgastados de shows de cabarets parisienses, apesar das interferências que ela faz nas pin-ups ser algo mais atual, algo como as pin-ups modernas tatuadas que vemos por aí, como as Suicide Girls. São imagens com um certo drama e muito sexys.

Eu adoraria ter uma colagem dessas em casa!

Veja no site da artista mais trabalhos e informações. Clique aqui.

 

 

 

Portfolio online, ética e direitos autorais

Estou escrevendo esse post no auge da minha indignação.

O caso que me indignou:

Um dos colaboradores aqui do sobredesign teve uma ilustração sua utilizada, assinada por outra pessoa e exibida num site (horrível, diga-se de passagem). A pessoa que utilizou além de achatar a imagem, deu qualquer efeito pronto  de sombra no photoshop. Essa pessoa disse ser webdesigner e descreveu sua criação  – o layout do site  – como “gráfico”.

Percebe-se que não é um profissional.  Saber utilizar o photoshop e frontpage (existe esse programa ainda?) não  faz de você um designer. Eu e muita gente entendemos algumas leis, conheço alguns dos meus direitos, sei onde fica o fórum, sei que posso fazer algumas coisas sem precisar de um advogado (a lei dá esse direito a qualquer cidadão) mas nem por isso sou advogada, certo?

Pouca gente sai por ai dizendo que é médico, advogado, dentista sem realmente ser, dá cadeia,  mas dizer que é designer é só o que se vê. Eu sempre achei bobagem esse lance da regulamentação da profissão, por diversos motivos, mas hoje talvez se existisse não teríamos que passar por esse tipo de situação. Hoje eu vejo a regulamentação como um fator que poderá trazer respeito ao profissional. É! É isso que não somos: respeitados como profissionais. Enfim, mudei minha opnião.

Voltando ao caso, ao solicitar os créditos a essa pessoa, a resposta foi algo como ” seu desenho está na internet e não está assinado”. Só mesmo um designer que aprende photoshop com revista de banca de jornal pra achar que assinar um desenho é colocar uma márca d´agua bem grande em cima da imagem!

Ora, por favor! O desenho está no portfolio, com nome e contato do autor. Ele está assinado!

Durante a negociação para ter os créditos da imagem, a lei de direito autoral foi citada para fazer a pessoa webdesigner entender que todo artista tem respaldo legal sobre sua obra mas a questão principal foi  a ética – apesar de ter grandes desconfianças de que a pessoa wedesigner não é um designer, apelou-se  pela ética profissional.  Não se utiliza um desenho de outra pessoa e assina como seu! Vou abrir outro parêntese aqui para falar sobre a justificativa da pessoa webdesigner para assinar a ilustração: ela disse que a assinatura (que estava logo abaixo do desenho) se referia ao “gráfico” e não à ilustração. É isso mesmo. Chocante!

Não houve acordo e o autor pediu que retirasse a imagem do site. Eis que entra em cena uma tal de advogada da pessoa webdesigner que alegou entre outras coisas que o desenho deveria estar assinado. O___o

Eu preciso falar de novo que estava no portfolio? Com o nome do autor, telefone, email?

Eu sei, todos nós que divulgamos nosso trabalho na web sabemos que a internet é terra de ninguém. Muitas pessoas já devem ter utilizado imagens minhas e suas por ai. Mas esse tipo de atitude não deve vir de um designer ou um pretendente a designer, nem mesmo se espera isso de designer formado em banca de jornal.

Fica aí uma dica pra você que é designer, que quer ser um ou que só aprendeu a mexer no photoshop: não use imagem de outros, se usar pelo menos dê crédito ao autor. Não custa nada, né?

P.S. Eu achava a regulamentação da profissão uma bobagem mas eu ainda acho que não precisa fazer faculdade pra ser um bom designer, tem muita gente boa que não é formada atuando por aí . Se é seu caso e não pretende estudar pelo menos se informe e tente ser profissional, pesquise sobre direito autoral, pense a respeito de ética, moral, regras, estude, leia,  é assim que se constrói uma carreira senão de sucesso pelo menos com a consciência tranquila.

Nova revista eletrônica – Skulls & Bones Magazine

Mais uma revista eletrônica de arte, a Skulls & Bonnes Magazine e o tema da primeira edição será Skulls, Bones, Zombies, Blood & Gore.

Você pode enviar seu trabalho até 01 de outubro de 2010 e pode ser fotografia, escultura, ilustração…

Clique aqui para mais informações.

HTTPVideo – Festival online de vídeo arte

Participe do Festival HTTPvideo 2010 até 19 de julho. O Festival acontece inteiramente na Internet, utilizando a plataforma do YouTube. Nesta segunda edição, são aceitos vídeos de até cinco minutos, com o tema “Em trânsito: mobilidade e entropia”, abordando a questão dos deslocamentos, dos fluxos e do trânsito nas cidades. O júri composto por Fernando Oliva, Guilherme Kujawski, Luiz duVa, Nelson Brissac e Ricardo van Steen definirá os três melhores vídeos, que ganharão R$ 1.500,00 cada.