Portfolio online, ética e direitos autorais

Estou escrevendo esse post no auge da minha indignação.

O caso que me indignou:

Um dos colaboradores aqui do sobredesign teve uma ilustração sua utilizada, assinada por outra pessoa e exibida num site (horrível, diga-se de passagem). A pessoa que utilizou além de achatar a imagem, deu qualquer efeito pronto  de sombra no photoshop. Essa pessoa disse ser webdesigner e descreveu sua criação  – o layout do site  – como “gráfico”.

Percebe-se que não é um profissional.  Saber utilizar o photoshop e frontpage (existe esse programa ainda?) não  faz de você um designer. Eu e muita gente entendemos algumas leis, conheço alguns dos meus direitos, sei onde fica o fórum, sei que posso fazer algumas coisas sem precisar de um advogado (a lei dá esse direito a qualquer cidadão) mas nem por isso sou advogada, certo?

Pouca gente sai por ai dizendo que é médico, advogado, dentista sem realmente ser, dá cadeia,  mas dizer que é designer é só o que se vê. Eu sempre achei bobagem esse lance da regulamentação da profissão, por diversos motivos, mas hoje talvez se existisse não teríamos que passar por esse tipo de situação. Hoje eu vejo a regulamentação como um fator que poderá trazer respeito ao profissional. É! É isso que não somos: respeitados como profissionais. Enfim, mudei minha opnião.

Voltando ao caso, ao solicitar os créditos a essa pessoa, a resposta foi algo como ” seu desenho está na internet e não está assinado”. Só mesmo um designer que aprende photoshop com revista de banca de jornal pra achar que assinar um desenho é colocar uma márca d´agua bem grande em cima da imagem!

Ora, por favor! O desenho está no portfolio, com nome e contato do autor. Ele está assinado!

Durante a negociação para ter os créditos da imagem, a lei de direito autoral foi citada para fazer a pessoa webdesigner entender que todo artista tem respaldo legal sobre sua obra mas a questão principal foi  a ética – apesar de ter grandes desconfianças de que a pessoa wedesigner não é um designer, apelou-se  pela ética profissional.  Não se utiliza um desenho de outra pessoa e assina como seu! Vou abrir outro parêntese aqui para falar sobre a justificativa da pessoa webdesigner para assinar a ilustração: ela disse que a assinatura (que estava logo abaixo do desenho) se referia ao “gráfico” e não à ilustração. É isso mesmo. Chocante!

Não houve acordo e o autor pediu que retirasse a imagem do site. Eis que entra em cena uma tal de advogada da pessoa webdesigner que alegou entre outras coisas que o desenho deveria estar assinado. O___o

Eu preciso falar de novo que estava no portfolio? Com o nome do autor, telefone, email?

Eu sei, todos nós que divulgamos nosso trabalho na web sabemos que a internet é terra de ninguém. Muitas pessoas já devem ter utilizado imagens minhas e suas por ai. Mas esse tipo de atitude não deve vir de um designer ou um pretendente a designer, nem mesmo se espera isso de designer formado em banca de jornal.

Fica aí uma dica pra você que é designer, que quer ser um ou que só aprendeu a mexer no photoshop: não use imagem de outros, se usar pelo menos dê crédito ao autor. Não custa nada, né?

P.S. Eu achava a regulamentação da profissão uma bobagem mas eu ainda acho que não precisa fazer faculdade pra ser um bom designer, tem muita gente boa que não é formada atuando por aí . Se é seu caso e não pretende estudar pelo menos se informe e tente ser profissional, pesquise sobre direito autoral, pense a respeito de ética, moral, regras, estude, leia,  é assim que se constrói uma carreira senão de sucesso pelo menos com a consciência tranquila.

6 pensamentos sobre “Portfolio online, ética e direitos autorais

  1. Super concordo!

    Sou uma ex-designer (se é que alguém deixa de ser alguma vez na vida) e advogada. Trabalho com direito autoral e isso faz parte do cotidiano. Bacana ver alguém fazer justiça com as próprias mãos, colocando a boca no trombone com fundamento e além de bons argumentos e dentro dos ditames da lei.

    Qualquer coisa,
    GRITA AÍ!

  2. É um absurdo esse caos todo.
    A pessoa acha q pq fez um cursinho de photoshop e corel é profissional qualificado…
    A ferramenta não faz o designer…e nem o diploma, isso concordo. (eu por exemplo acabei de me formar em comunicação social e tô aqui batalhando pra seguir na carreira de design e ilustração).

    Esse povo tem que aprender a RESPEITAR o trabalho dos outros, e o próprio também. É por causa de gente dessa estirpe que muitas vezes somos desvalorizados.

    E vamos ensinar a esses preguiçosos-ladrões-da-arte-alheia que creative commons é uma forma justa e legal de utilizar idéias de outros profissionais.
    E nada mais JUSTO do que dar crédito à quem de direito.

  3. concordo totalmente com você… eu acho que as pessoas que publicamos nosso trabalho na internet temos a conciente que nosso trabalho vai ser usado, embora, é triste olhar que as pessoas usam-lo sem nenhum respeito…

  4. Realmente esse caso é um absurdo. Não sou designer ainda, mas estou estudando muito para isso. Muitas pessoas aprendem a usar o Photoshop e o Corel Draw e pensam que são designers. Aprendi em um vídeo do Wollner que o computador e o software gráfico devem ser utilizados apenas como suporte para o projeto, e estou seguindo o exemplo. Agora não sei se é questão de ética ou coisa do tipo, mas acho que você deveria ter colocado a illustração como ela é, e o que a pessoa fez com a imagem utilizando-a de forma errada e não autorizada como exemplo do que não fazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s