Gestalt

A Gestalt é uma escola de psicologia experimental do início de 1900 na Alemanha. O termo Gestalt se generalizou dando nome ao movimento, no seu sentido mais amplo. Significa uma integração de partes em oposição à soma do “todo”.
O movimento gestaltista atuou principalmente no campo da teoria da forma, com contribuição relevante aos estudos da percepção, linguagem, inteligência, aprendizagem, memória, motivação, conduta exploratória e dinâmica de grupos sociais.
A teoria da Gestalt, extraída de uma rigorosa pesquisa, vai sugerir uma resposta ao porquê de umas formas agradarem mais que outras. Essa maneira de abordar o assunto opõe-se ao subjetivismo, pois a psicologia da forma se apóia da fisiologia do sistema nervoso, quando procura explicar a relação sujeito-objeto. No campo da percepção.
Segundo essa teoria, o que acontece no cérebro é diferente do que acontece na retina. A excitação cerebral não se dá em pontos isolados, mas por extensão, a primeira sensação já de forma, já global e unificada.

gestalt.jpg No exemplo ao lado, a excitação cerebral se processa em função da figura total, pela relação recíproca das suas várias partes dentro do todo. Um retângulo nos parece maior do que o outro, porque eles são vistos na dependência de sua posição dentro de um ângulo.

O postulado da Gestalt, no que se refere a essas relações psicofisiológicas, pode ser assim definido: todo o processo consciente toda forma psicologicamente percebida está estreitamente relacionada com as forças integradoras do processo fisiológico cerebral. A hipótese da Gestalt para explicar a origem dessas forças integradoras é atribuir ao sistema nervoso central um dinamismo auto-regulador que, à procura de sua própria estabilidade, tende a organizar as formas em todos coerentes e unificados.
Segundo a Gestalt, na formação das imagens, os fatores de equilíbrio, clareza e harmonia visual constituem para o ser humano uma necessidade e por isso, considerados indispensáveis, em qualquer manifestação visual.
Deve-se ver a forma como um todo, deixando as preocupações culturais de lado e ir à procura de uma ordem.
Existe um padrão entre uma composição visual e os padrões de organização desenvolvidos pelo sistema nervoso, na estrutura cerebral, que são espontâneas, não obedece a normas e são independentes da nossa vontade.

Do livro:
Gestalt do Objeto – Sistema de Leitura Visual do Objeto
João Gomes Filho

7 comentários sobre “Gestalt

  1. Olá!Gostaria (se possível) que me desse dicas de livros ou revistas que fale sobre leitura de imagens.Estou pesquisando para minha monografia em educação especial e pensei em desenvolver e, ok!Muito obrigado.

  2. Lendo o texto sobre gestalt me abriu ouras possibilidades para meu projeto.Ah!!!O Professor doutor João Gomes (autor do livro) foi meu professor na Faculdade de Belas artes. Realizei um trabalho sobre o assunto e acredito que vai me ajudar muito, ok!Já clareou muito.

    Grato

    um abraço!

  3. olá, sou psicologa e desejo ajuda em indicações de livros, pois convidada para dar aula da psicologia da forma e também sobre técnicas, o curso é design.

  4. Olá Maria Emilia,

    Eu sugiro que você consulte a bibliografia do livro citado no blog: “Gestalt do Objeto – Sistema de Leitura Visual do Objeto” lá você poderá conhecer os livros utilizados na pesquisa do professor João Gomes.

    Até mais

    Flávia =)

  5. a Gestalt terapia ainda é meio nublada pra mim, mas seu post ja me deu outra visão sobre ela! Obrigado!
    gostei do blog e do post sobre psicologia!

    dá uma olhada no meu blog http://psicologiaparatodos.16mb.com

    se quiser que eu coloque algum post seu lá, é só me avisar, que coloco e ponho referencias.

    Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s